Buscar
  • Augusta Dantas

Somos sempre pais!

Atualizado: 19 de ago. de 2020

Imagino que muito pais estarão ansiosos com este regresso à escola dos seus filhos nestes moldes, sem saber se darão conta do recado de serem professores, pais, trabalhadores...a partir do mundo de sua casa, literalmente.

Eu acredito sinceramente que, mais do que nunca , é no papel de pais que se devem focar. O que é verdadeiramente importante agora para as crianças é ter pais esclarecidos e com bastante noção do que é e será essencial durante o próximo ano que se avizinha. E o foco não pode estar novamente na Escola – já caímos nesse erro anos a fio! O foco terá de estar num ambiente familiar o mais verdadeiro possível com espaço para o “ser” de cada um: um espaço onde reinem as conversas abertas, o carinho nos gestos e no olhar, os medos e as angústias e milhões de gargalhadas (Sim porque não esqueçamos que o melhor modo de aprender é sempre com diversão!!!)!

Acredito que será tudo isto que fará verdadeiramente diferença no futuro em termos das marcas psicológicas de stress traumático que estes e os próximos tempos atípicos poderão vir a deixar nos futuros adultos que estas crianças um dia serão. Não temos percepção hoje do que poderão ser essas marcas, e embora digamos muitas vezes que as crianças têm uma capacidade de adaptação incrível e uma flexibilidade mental muito superior à nossa, a verdade é que este longo período de “realidade modificada” é e será um desafio gigante para os seus pequenos cérebros em desenvolvimento. Não esqueçamos que estas crianças estarão provavelmente longos meses afastadas do convívio natural, próximo e regular com a sua família alargada, os seus pares, os amigos e de outras vivências que faziam parte da sua vida até agora.

A meu ver, é agora tempo mais do que nunca de dar espaço para as emoções: para gritar, para chorar, para rir...

Desta vez, o guião desta peça será esse espaço emocional em vez de guiões e conteúdos programáticos desfasados – mais do que nunca - desta e de outras realidades. Para que as estas crianças sejam realmente os actores futuros desta representação, lembro que a escola é só mais um dos muitos actos. Agora é a vez da Escola da Vida ser chamada a subir à cena para ser finalmente a peça principal. Saibamos todos ser apenas bons directores de cena.

Photo bySean O.onUnsplash

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo